Como fazer um e-mail: melhor curto ou longo?

por | nov 7, 2016 | 0 Comentários

Contra todo aquele discurso de que a era do e-mail marketing chegaria ao fim com as redes sociais, o que se nota é que o e-mail marketing ainda é uma das principais ferramentas do Marketing Digital. Isso, além de ser uma das estratégias com melhor custo benefício para os gestores, mais forte do que nunca. Nós já mostramos aqui no blog que você tem muitos bons motivos para investir nessa estratégia.

A questão é: você sabe realmente como fazer um bom e-mail marketing? Um dos pontos essenciais para o sucesso deste formato é o tamanho, outra querela que ainda gera polêmica no marketing digital. Afinal, é melhor um e-mail curto ou longo?

Acertando com o necessário

como-fazer-um-email-curto-longoNão importa se seu e-mail vai abordar um novo estudo de tendência ou uma simples promoção: ele deve ser curto e ao mesmo tempo ter conteúdo suficiente para levar o leitor à sua página. Perry Marshall, especialista em Marketing, afirma que “o texto deve ter o tamanho necessário para que o leitor dê o próximo passo que queremos que dê”.

A não ser que você queira que o seu leitor encontre no próprio e-mail todo o conteúdo que pode oferecer, busque sempre a conversão! Instigue o leitor a abrir sua página, insira calls to action no corpo do texto e, acima de tudo, coloque em poucas linhas, de forma objetiva e clara, conteúdo suficiente para despertar o interesse do leitor pelo seu site ou blog.

Não estamos falando aqui para ser misterioso, usando artifícios como “Você não vai acreditar no que preparamos para você!”. Esta frase, nada mais é do que uma ótima maneira de gastar 9 palavras e 50 caracteres para não dizer absolutamente nada. Se a sua intenção é trazer uma informação relevante para o seu público, faça isso objetivamente.

Conquiste o leitor logo no início

Frases como “Estampas étnicas: a tendência número um da estação”, ou “Sete dicas de como gerar leads para seu blog” dizem muito em poucas palavras. Cativar o leitor nos primeiros 35 caracteres do seu texto pode garantir uma relação duradoura com seu site.

Duas ou três linhas de texto, afora tópicos, descrições de produto (que também devem ser breves) e políticas de privacidade, eis uma boa medida. Se você tem dúvidas desse tamanho, observe os e-mails dos gigantes do marketing digital e me diga: eles fogem desse padrão?

Mescle texto e imagens

Conteúdo também pode ser incutido em imagens, já dizia aquela máxima “uma imagem vale mais do que mil palavras”. E no e-mail marketing isso é sim uma realidade! As imagens têm o poder de despertar emoções, sentimentos e memórias, e claro, levar uma mensagem em si. Além de enriquecer o conteúdo, as imagens tornam a experiência da leitura mais leve e prazerosa.

A utilização de textos e imagens garante também uma melhor aceitação pelos servidores. É bastante comum que e-mails compostos apenas por imagens sejam considerados Spam ou não tenham sua visualização permitida em alguns servidores. Cuide para que os textos do e-mail não sejam somente aqueles inseridos nas imagens, para que os resultados dessa mescla texto/imagens sejam realmente positivos.

Você tem uma estratégia diferente? Divida com a gente!

 
Artigos recomendados:
 

Curtiu?

Compartilhe nas mídias sociais.